Monólogo policial cômico retrata a investigação de Mário Augusto para descobrir quem matou sua amada.

“Quem Matou Maria Helena?” – Eduardo Martini vive 6 personagens em engenhoso monólogo de Cláudio Simões.

A história de que baiano não nasce, estreia, vale para Claudio Simões. De Feira de Santana, o colaborador da novela “A Regra do Jogo” já mostrava sua maturidade dramatúrgica no seu segundo texto profissional, “Quem Matou Maria Helena?”, ainda em 1994. Tanto que, 22 anos depois, ainda há interesse em montá-lo.

Monólogo policial cômico retrata a investigação de Mário Augusto para descobrir quem matou sua amada.

Monólogo policial cômico retrata a investigação de Mário Augusto para descobrir quem matou sua amada.

O protagonista Mário Augusto, um homem que sonha em ser dono de um abatedouro de galinhas, vivido em Salvador pelo genial Frank Menezes, agora é responsabilidade do habilidoso Eduardo Martini. Como homem de teatro que é, Martini sempre vai muito além do seu ofício de ator. Ele é também responsável pela luz e direção e não será surpresa se um dia ele também estiver na bilheteria vendendo ingressos para sentir o público, como muito já fez Antônio Fagundes.

Só mesmo atores muito tarimbados para viver os 6 personagens da história, com todas as suas nuances e transições, sem que haja prejuízo no entendimento da trama e, principalmente, sem perder o humor. A comédia intriga, diverte e é um excelente programa para quem procura diversão numa 4a feira.

 

 

Serviço

“QUEM MATOU MARIA HELENA?”

Teatro do Leblon – Sala Fernanda Montenegro

De 26 de outubro a 07 de dezembro

Quartas-feiras, às 21h

Ingresso: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia entrada)

Duração: 70 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Vendas Internet: Ingresso.com

Comente via Facebook