Musical homenageia trajetória e obra de Belchior no Teatro João Caetano

Por Redação.

Estreia nesta sexta-feira, 5, o musical “Belchior: Ano Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro” no palco do Teatro João Caetano. Como o título já apresenta, o homenageado da produção é o cantor Belchior, falecido em 2017 e que deixou um legado para a Música Popular Brasileira. Em cena, dois atores contam a história do músico: Pablo Paleologo interpreta o cantor cearense enquanto Bruno Suzano vive um personagem tão retratado na obra de Belchior – o Cidadão Comum, a juventude que se curva aos desmandos da sociedade.

Ivana Mascarenhas

FOTO: Ivana Mascarenhas

Longe de se prender apenas às músicas ou biografia de Belchior, o texto de Cláudio Pinto e Pedro Cadore, que também assina a direção, é um grande mural com recortes de passagens da vida do artista, frases célebres, entrevistas e depoimentos ao longo de sua carreira, que terminou no ostracismo.

FOTO: Ivana Mascarenhas

FOTO: Ivana Mascarenhas

Ao todo, 15 canções fazem parte da trilha sonora do espetáculo, incluindo obras como “Apenas Um Rapaz Latino Americano”, “Como Nossos Pais”, eternizada na voz de Elis Regina e “Velha Roupa Colorida”. O time criativo do espetáculo é formando ainda por José Dias (cenografia e direção de arte), Rodrigo Belay (iluminação), Beto Carramanhos (visagismo) e João Luiz Azevedo na produção, sob a tutela da Boca Fechada Produções Artísticas.

“Belchior: Ano Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro”

Teatro João Caetano (Praça Tiradentes – Tel. 2332-9257)

Sextas e Sábados, às 19h; Domingos, às 18h.

Classificação indicativa: 12 anos.

Ingressos: R$ 40 | R$ 20 (meia entrada).

Vendas online: Ingresso Rápido

Informações e Reservas de ingressos pelo WhatsApp (21) 99731-0933

Somente até 28 de abril de 2019!

 

Comente via Facebook