“Estúpido Cupido”: Musical com Françoise Forton entra na sua reta final no Teatro Vannucci (RJ).

Por Paulo Fernando Góes.

O musical “Estúpido Cupido” entra na sua reta final no Teatro Vannucci, no shopping da Gávea. Até agora, contabilizam-se 16 meses de temporadas entre Rio de Janeiro, São Paulo e outras cidades, que somam mais de 150 apresentações. Protagonizado por Françoise Forton (Tetê), o atual elenco em cartaz tem Carlos Bonow como Teddy, Maurício Baduh como Frank, Carla Diaz como Danielly e grande elenco. Já passaram também pelo musical os atores Aloísio de Abreu e Luciano Szafir, como Frank e Teddy, respectivamente.

A surpresa na ficha técnica do espetáculo é o gaúcho Gilberto Gawronski, excelente diretor que, apesar da sua longa estrada, tem neste trabalho sua estreia em teatro musical. O texto é do veterano Flávio Marinho que desde “Splish Splash” (musical de 1988 estrelado por Claudia Raia), vem escrevendo para teatro e televisão. É dele ainda “Amor de Vinil”, musical também protagonizado por Françoise Forton que, inclusive, virou livro.

Françoise Forton como Tetê, a protagonista de "Estúpido Cupido": Ótima forma física e vocal impressionam.

Com 45 espetáculos no currículo, Françoise Forton impressiona com sua ótima forma física e vocal. FOTO: Luiz Souza.

O musical é pontuado por 20 músicas integradas à ação dramática, que tem duração de 90 minutos. São hits dos anos 60 e 70, como ‘Banho de Lua’, ‘Filme Triste’ e ‘Erva venenosa’. Ponto alto da dramaturgia, os personagens estão em cena em sua versão jovem e atual. A princípio, não interagem muito mas depois trocam olhares cúmplices ou censores, lembrando a obra-prima de João Falcão “A Dona da História”, vivida no Teatro por Marieta Severo e Andrea Beltrão. A escalação desta temporada, inclusive, não poderia ser melhor. Os atores jovens se parecem muito com seus correspondentes atuais.

Visto por mais de 50.000 pessoas, o musical venceu o 10º Prêmio APTR na categoria Melhor Produção e bateu recorde de público no Imperator, em 2015. A montagem não agrada somente aos nostálgicos que viveram a década de 60. Os jovens também se divertem, uma vez que está retratado ali o choque de gerações, através da personagem Danielly, vivida por Carla Diaz. A atriz brinca, inclusive, com sua personagem Khadija na novela “O Clone”, com o bordão: inshalá.

Após 15 meses de temporada, o espetáculo ‘Estúpido Cupido’ retorna à cena teatral carioca (Foto: Luiz Souza)

Carla Diaz, que viveu a rival de Bibi Perigosa na novela “A Força do Querer”, diverte e rouba a cena no papel da deslocada Danielly. FOTO: Luiz Souza.

A trama tem início com Tetê (Françoise Forton) e sua melhor amiga, Ana Maria (Andréa Dantas). As duas falam sobre uma reunião da turma dos tempos de colégio. Trata-se de uma festa com temática retrô, inspirada nos anos 60 e 70, que vai reunir antigos colegas e promete trazer de volta alguns sentimentos adormecidos. Tetê, que se tornou uma atriz famosa, se depara com a rival Wanda (Maria Sita), reencontra o ex-marido Frankie (Mauricio Baduh) e se vê disposta a conquistar Teddy Carlos, uma antiga paixão.

A novela homônima foi ao ar em 1976, também com Françoise no papel de Tetê. O texto, que tinha tudo pra soar datado, encontrou ótimas soluções para trazer frescor sem perder a nostalgia. O entrosado elenco acaba o espetáculo colocando a plateia pra dançar e ainda se disponibilizando para fotografias. “Estúpido Cupido” é, sem dúvidas, um ótimo programa para toda a família.

“Estúpido Cupido”, de Flávio Marinho.

Direção: Gilberto Gawronski

Elenco: Françoise Forton, Carlos Bonow, Carla Diaz, Mauricio Baduh, Andréa Dantas, Maria Sita, Luísa Viotti, Julia Guerra, Ryene Chermont, Mateus Penna Firme e Ricardo Knupp.

5a feira às 20h; 6a e sábado, às 21h; Domingo às 20h30.

Teatro Vannucci – Shopping da Gávea

Ingressos: tudus.com.br

5a e 6a R$80 (inteira) / R$40,00 (meia)

Sábado e Domingo R$90 (inteira) / R$45,00 (meia)

Somente até 27 de maio!

Comente via Facebook