Após prorrogar temporada, “Tom na Fazenda” se despede de São Paulo neste fim de semana

Por Redação

Depois de passar pelo conceituado Festival de Curitiba e conquistar a crítica carioca, a peça “Tom na Fazenda” desembarcou no Sesc Santo Amaro, em São Paulo, para uma breve temporada que se encerra neste domingo, 28. Produzida, traduzida e estrelada por Armando Babaioff, a obra fez sucesso levando mais de 18 mil pessoas ao teatro, segundo dados da produção.

Ao lado de Babaoiff, estão outros nomes que ajudaram a construir a trajetória do espetáculo: Kelzy Ecard, Gustavo Vaz e Camila Nhary. Inspirada no texto do canadense Michel Marc Bouchard, a peça foi adaptada para cinema em 2013. Em cena, o publicitário Tom chega para visitar a fazenda da família de seu falecido companheiro e descobre que eles nunca ouviram falar sobre ele, acreditando ser um amigo próximo. O único que sabe a respeito dele é o cunhado, vivido por Gustavo Vaz, que cria um jogo de mentiras para chantagear o visitante. Uma elaborada trama entre os personagens começa a se desenhar quando as contradições dos discursos começam a vir à tona.

FOTO: José Limongi

FOTO: José Limongi

“Tom na Fazenda” fez sucesso não apenas pela sutileza do texto, mas também pelo “tom” – com perdão da repetição – político da obra. A proposta de Babaioff era trazer para o teatro o discurso sobre como os homossexuais vivem suas vidas envolvidas em mentiras por conta da falta de compreensão e homofobia. O #INCITARTE conversou com elenco do espetáculo durante a temporada carioca e o resultado você confere no programa abaixo:

“Tom na Fazenda” é um espetáculo não só de resistência ao tocar na temática LGBT, mas também na defesa política da Arte. Embora a temporada de estreia no Oi Futuro tenha contado com patrocínio da Oi, todas as apresentações seguintes no Rio de Janeiro contaram apenas com a bilheteria, sem qualquer apoio. Lutando contra a correnteza, o espetáculo faturou diversos prêmios ao longo dos últimos dois anos, incluindo dois troféus no Prêmio Shell, por melhor atuação masculina (Gustavo Vaz) e melhor direção (Rodrigo Portella). O sucesso também repercutiu no exterior. A peça participou do Festival Trans Amériques em Montreal em junho de 2018 e foi escolhida o melhor espetáculo internacional pelo Prix de la Critique do Canadá.

“Tom na Fazenda”, de Michel Marc Bouchard

Com Armando Babaioff, Gustavo Vaz, Kelzy Ecard e Camila Nhary
Direção: Rodrigo Portella

Sesc Santo Amaro – Rua Amador Bueno, 505 – Santo Amaro – São Paulo – SP
Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 18h.
Ingressos: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia) | R$ 9 (Credencial Plena).
Duração: 120 minutos
Classificação: 18 anos

Até 28/04/2019!

Comente via Facebook