“4 Faces do Amor”: Engenhoso texto de Eduardo Bakr lança luz a repertório não óbvio de Ivan Lins.

“4 faces do Amor” foi encenado em 2011 (com elenco diferente do atual), fez temporada em São Paulo no ano passado e agora, uma nova temporada carioca acontece no Teatro Gláucio Gill, em Copacabana, até dia 3 de abril.

O fôlego do espetáculo deve muito ao engenhoso texto de Eduardo Bakr, que recebeu o mérito Destaque da Imprensa Digital e o Prêmio Bibi Ferreira de Melhor Roteiro Original em 2016. Na direção, o experiente Tadeu Aguiar trabalha em absoluta sintonia com o texto, o que faz tornar claro as histórias de Cacau (Cláudio e Cláudia) e Duda (Eduardo e Eduarda). Os apelidos dúbios permitem com que o autor brinque com todas as possibilidades de relacionamento. Se apenas lido, sem nomes, a história já seria uma bela comédia romântica. Mas o que vemos em cena são 4 atores dando sequência a diálogos inteligentes, típicos de casal, ora gay, ora hétero, ora… Tem que ir pra conferir.

4_faces2

As músicas que alinhavam a trama são de Ivan Lins. Os arranjos estão extremamente sofisticados e teatrais. Esqueça o Ivan Lins da melosa “Depende de Nós” ou da famosa “Madalena”, gravada por Elis Regina. São outras 16 músicas não óbvias do cantor que compõem a trilha de “4 Faces do Amor”. E elas aparecem de forma orgânica, ajudando a contar a história. Se você ama Ivan Lins, vai reconhecer todas as músicas mas, se você não ama, vai redescobri-lo neste espetáculo.

As 4 personagens são vividas por 4 estrelas do Teatro Musical: Amanda Costa (de “My Fair Lady”), André Dias (protagonista de “Bilac vê Estrelas”), Raul Veiga (de “7, o Musical”) e Sabrina Korgut (de “As Noviças Rebeldes”, “Ópera do Malandro” e “Avenida Q”). Carlos Arruza (de “Mamma Mia” e “Ou Tudo ou Nada”) alternará com André Dias, que está gravando a próxima novela das 6, “Novo Mundo”.

4faces

André Dias e Amanda Acosta (protagonistas de “Bilac Vê Estrelas” e “My Fair Lady”, respectivamente): o espetáculo traz no elenco grandes estrelas de musicais.

A ideia da brincadeira de Bakr com os gêneros é genial e se alguém já teve-a anteriormente, desistiu na execução. Só os tarimbados conseguem utilizar-se destes recursos sem fazer confusão na cabeça dos espectadores. Mas o êxito da dupla vai além: “4 Faces do Amor” consegue ser um libelo contra o preconceito, sem levantar bandeira alguma. A única coisa que nos martela a cabeça ao sair do Teatro é que, de fato, quando o assunto é o amor, é tudo sempre igual.

“4 Faces do Amor”

Teatro Gláucio Gill (ao lado metrô Arcoverde, em Copacabana)

Direção: Tadeu Aguiar

Texto: Eduardo Bakr

Elenco: Amanda Acosta, André Dias/Carlos Arruza, Raul Veiga, Sabrina Korgut.

De 6a à 2a feira, às 20h

Ingresso: R$ 50 e R$ 25

SOMENTE ATÉ 3/4/17!

Comente via Facebook

1 responder

Os comentários estão fechados.